Lívia Maria Marine atrapalha os planos da imprensa nacional e queima o filme do Brasil na América Latina Unida

Ah, o pesar… Todos os redatores de O Térsites são pessoas de bem, que querem o que é melhor para o Brasil com muito bom humor. Já com Lívia Maria Marine é muito diferente. Como todos sabem, ela é de direita. Sônia Pinheiro fez as contas na ponta do ábaco: cinco modelitos Prada num mesmo episódio é coisa de quem recusa até um like ou uma geminha (que é a expressão da direita para “erguer apenas o polegar”) a trabalhadores, meus caros.

Nosso repórter investigativo Luis Estevez, garante: ela nunca esteve na periferia de Fortaleza. Nunca deu as caras num Cuca para ver um gato que seja de Aldemir Martins, artista que mistura a elegância dos felinos com a situação calamitosa dos que miam para pedir comida no RU da Uece.

Para não prolongar a conversa sobre esse ser vil, vamos resumir o episódio de hoje de Salve Jor: Bolsaodaro tirou o Caê ao sair vitorioso nos jogos olímpicos de Ibiapina. Que essa gente possa se divertir criando jogos estapafúrdios ignorados pelas massas é lei. Nunca o negamos. Agora, ganhar? Tudo tem limite, como bem sabe Miguel Reale, comentador máximo de Platão, a quem consultamos antes de conversar com Luiz Fux, que limitou-se às palavras aladas: affff, em clara concordância com tudo que dissemos.

E não pensem os leitores que paramos por aí. Para corroborar nossas análises sempre precisas e baseadas em amostras representativas, como costuma dizer nosso repórter científico David Attenboroug, marcamos reunião com Dilma, Palocci e Mantega. O objetivo era calcular quantos miligramas de anabolizante Marine deu para o cavalo que roubou coma a ajuda de Prometeu e deu a Bolsaodaro, que conspurcou a dádiva de Posídon ao assentar-se sobre eles.

Dilma não pôde comparecer porque é muito mais ocupada que Cassia Eller. Todos que seguem seus aliados internacionais no twitter sabem que sua agenda contém itens muitissississississimos mais importantes do que andar nas ruas, trocar cheques ou mudar florestas de lugar para afogar índios (Malina Silva deu joinha, não geminha, porque é progressista e justa com pessoas e figurantes do Avatar, animais de verdade ou computadorizados).

Quem duvidar disso tudo, pode conferir tudo no diário oficial publicado mensalmente na Piauí. Para assinantes, a revista chega pontualmente no dia 28 do mês, trazendo as notícias ainda em ponto de ebulição, ainda que narrem fatos passados no Cretásseo.

P.S.: Não tutítem por aí que foi nesse período geológico que “as baleias começaram a bombar/seremsalvas na rede da Malina”. Desses trocadilhos simiescos a Folha de Sobral está cheia e o saco de Maéria Fontenele, primatóloga de rosto plácido e dizeres cândidos,  também.

Contrata-me ou devoro-te, TutancamonTekPix

Preciso melhorar minha imagem. Chegar, assim, a uma resolução melhor. Algo que me dê mais foco e estabilidade.

Imaginem que, do nada, como um sartreano, resolvi candidatar-me ao concurso para estagiário júnior aqui da redação. O concurso teve concorrência alta. A maior registrada pelo CEPEP/NUCEPEC/CEPLEP-UFC, que todo mundo que gosta de dinheiro sabe ser a escola profissionalizante que mais bomba nas preparações de prova em que cai o ECA e as inevitáveis questões de epistemologia geral e jurídica.

Passei, fiquei feliz, mas cargo comissionado voluntário não rende um dracma por aqui. E o pior de tudo: minha orientadora, helenista que nem o Jaeger, descobriu tudo. Maldito spam corporativo! Perdi a bolsa certa que há dois anos disseram que a FUNCAPITALDOSOL prometeu para mim e Pedro Pedreiro. Era para o mês que vem. Ah, a Moira…

Pois bem, estou aqui a ver navios do Carrefour, com a barriga ronronando de fome, manhosamente. Mas isso não é problema, porque uma pessoa desinformada comprou uma máquina que se extraviou de uma antique, cujos botões ainda acendem umas luzinhas e uma tela. Não parece ter nenhuma outra funcionalidade, mas essa pantera da curiosidade, minha augusto-angélica companheira, não menos que o estômago, incitou o behaviorista que há em mim a um aparentemente sensato experimento: comi um pedacinho. Tive, até agora há pouco, alucinações em que me via ganhando a vida só falando de coisa boa.

Cristina Kirchner canta em modo lídio: “O papa é progressista, o papa é progressista, Bolívar não popa ninguém”

O hit já foi reproduzido incontáveis vezes nos veículos midiáticos argentinos independentes de intervenção estatal, leia-se: todos. Luis Nassif escreveu um post, que vai virar livro, fazendo uma análise estética da obra. O primeiro tomo sairá ainda este semestre e conterá um comparativo entre as obras de Kirchner e Gessinger. Professores  de estética filosófica de algumas universidades federais, politicamente isentos, já incluíram trechos em sebentas de suas disciplinas.

Devota de São Tomé, a candidata Dilma, que há poucos dias não via possibilidades reais de crescimento na empáfia argentina, pensa que a colega se precipitou: “ainda é preciso esperar para ver se o papa respeitará as opções diferenciadas das pessoas. Vamos ver se ele abandona essa bobagem de pecado, que é coisa de gente homofóbica, como se sabe”.

Marina Silva acha que Kirchner envelheceu 50 anos em 5 dias, talvez com o impacto de ter visto seu antigo desafeto aparecer naquela janela – o que a abalou neurológica e esteticamente –, e marcou encontro para o próximo mês, quando viajará a Buenos Aires com seu catálogo da Natura.

O que

 

http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/cristina-kirchner-insiste-em-soberania-argentina-sobre-malvinas/

http://g1.globo.com/mundo/novo-papa-francisco/noticia/2013/03/em-roma-para-acompanhar-missa-do-papa-dilma-visita-museu.html

Sérgio Cabral pede que sejam respeitados contratos já firmados, orçamentos vigentes e, sobretudo, a superioridade estética do Rio

Na manhã de ontem, o governador falou a pessoas bem intencionadas que lotavam a Ágora, depois de passeata em apoio a sua causa. Segundo números de Guido Mantega, cada Cidade-Estado da União estava ali representada por grupo proporcional à sua população; a margem de erro é de 40% para mais e/ou para menos e varia conforme o tipo de “noves fora” escolhido quando da configuração do ábaco. Com uma umidade nos olhos difícil de encontrar até em regiões serranas esta época do ano, disse Cabral:

“Não vou mais bater na tecla dos contratos e do orçamento. Isso é o de menos. Quero apenas lembrar que o Rio continua mais lindo que o resto do país. Parece que as pessoas se esquecem do óbvio. Se não é recorrendo ao critério da kalokagathia, como vamos decidir quem é melhor? No palitinho?”

Após enxugar as lágrimas com o lenço que não lhe sai da cabeça, Cabral teve de sair escoltado, devido a pessoas que emitiam sons agressivos, similares aos de um protesto – apesar de que protesto não era, porque protestos têm motivos. A guarda era constituída exclusivamente de jornalistas progressistas.

O que

 

O Povo de domingo, 17/03, tem um caderno especial sobre a disputa entre os Estados

http://pmdb.org.br/artigos/malabarismo-fiscal-uma-manobra-arriscada/

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/a-festa-de-alves-renan-chegou-quem-faltava-sergio-cabral-e-o-brasil-dancando-na-boquinha-da-garrafa/

Mais uma contribuição do Ceará à Física: sucessivos governos comprovam primeira lei de Newton

Dando continuidade à imemorial tradição cearense, em comemoração ao dia de São José, Cid Gomes apresentará um programa para lidar com dificuldades que vêm afligindo muitos sertanejos, desencadeadas por uma curiosa e ainda não dicionarizada modificação de características atmosféricas. Para nomeá-la, assessores do governo cunharam um singular neologismo: seca. Diante das insondáveis arbitrariedades de Zeus, Cid enviou Nelson Martins para o Estado da Guanabara a fim de assimilar o know-how subjacente ao pioneiro trabalho do governo Sérgio Cabral com um fenômeno igualmente estranho, ainda que de sinal contrário, a que se deu recentemente o nome de enchente.

De posse desse conhecimento, Nelson volta à terrinha para instalar com a maior presteza a Secretaria Estadual de Novidades Climáticas e Surpresas. Não se sabe ao certo onde o equipamento será sediado, mas as federais ruínas do DNOCS, nas quais umas poucas colunas em estilo jônio permanecem de pé, são a primeira opção dos burocratas. Contudo, os estudiosos que ali montaram um campo arqueológico dizem ser inadequado desfazê-lo tão precocemente, já que as pesquisas feitas até agora sequer permitiram especificar o uso que se fazia da antiga construção.

Apesar da indefinição do local, Madonna foi confirmada para o show de inauguração.

Image

http://www.opovo.com.br/app/opovo/opiniao/2013/03/19/noticiasjornalopiniao,3024964/grandes-conclusoes-da-atual-seca-no-ceara.shtml

http://www.opovo.com.br/app/colunas/politica/2013/03/19/noticiaspoliticacoluna,3024831/sao-jose-e-o-fracasso-de-geracoes.shtml